Dedetizadora pode pagar US$ 2,7 milhões por usar fotos sem autorização

 Autor do texto: LEONARDO MULLER

Uma dedetizadora norte-americana pode acabar pagando US$ 2,7 milhões a um fotógrafo por ter utilizado as imagens do profissional em seu site sem a devida autorização. Alex Wild é especializado em fotografia de insetos e tem imagens que podem ser compradas/licenciadas para uso por valores que vão de US$ 40 a US$ 400 — ele as oferece de graça para ONGs e organizações não lucrativas. Mas, acontece que a dedetizadora estava utilizando várias de suas fotos sem nunca ter pedido autorização ou pago qualquer quantia ao autor

A empresa foi notificada extrajudicialmente pelo advogado de Wild duas vezes, e chegou a responder, afirmando que removeria as fotos irregulares. Cerca de um ano depois, Wild descobriu que a dedetizadora não apenas deixou de remover suas imagens de seu site, como também publicou novas. No total, era 18 imagens irregulares.

 

fstoppers 22210234119014

Como a companhia já havia sido notificada sobre a infração, o fotógrafo resolveu processar a dedetizadora e pedir o valor máximo permitido pela lei norte-americana para processos envolvendo autoria de fotos: US$ 150 mil cada. No total, a ação pede uma indenização de US$ 2,7 milhões, mas não há garantias de que a justiça fará a dedetizadora pagar esse valor integralmente.

Como o processo ainda está em andamento, há poucas informações públicas, e as partes envolvidas não podem comentar sobre detalhes. De qualquer forma, é muito provável que a dedetizadora terá que pagar uma boa parte desses US$ 2,7 milhões, uma vez que não há questionamentos sobre a legitimidade da infração.

 

Link original: https://www.tecmundo.com.br/mercado/128493-dedetizadora-pagar-us-2-7-milhoes-usar-fotos-autorizacao.htm

Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos no Estado de São Paulo

Rua Rego Freitas, 530, Sobreloja - Vila Buarque - São Paulo/SP - Cep: 01220-010 - Telefones: (11) 3257-3991 e (11) 99583-3686   Whatsapp 

   

Pesquisar no site